CÉU AZUL

Impressões de viagens, alquimia de verbos, tempo quando sobra e dá vontade. Casamento de sonho com vigília. Corpo de ser vagando pela dimensão das palavras.

Sunday, December 02, 2007

avestruction

covarde, esconde-te,
tua cabeça no breu
teu pescoço de funil esgoela afinando-se
por um buraquinho de fechadura :
tens medo,
tens vergonha,
tens medo de errar
a grafia dos mais pesados palavrõns,
tens um asco que irrita
a tua pele
mal dormida,
e por isso foges
para um outro mundo
escuro,
tão escuro
quanto
a cegueira de um sol brilhando perto,
pois não queres mesmo
participar
do que não é
O TEU BURACO.

1 Comments:

Blogger romulo de almeida said...

punk. a ler.ou reler.

9:38 PM  

Post a Comment

<< Home