CÉU AZUL

Impressões de viagens, alquimia de verbos, tempo quando sobra e dá vontade. Casamento de sonho com vigília. Corpo de ser vagando pela dimensão das palavras.

Sunday, December 02, 2007

newgolddream

manhãs frias, cinzas
em latitudes baixas,
o sonho resplandece.

uma grande corrente de ventos
trará uma noção de futuro:
serão sons
sintetizados,
tudo que o bowie avisou...

um casaco de pele de poesia, ainda fresca,
e será eterna,
quando as maconhas ainda não terão dissolvido
em febres púrpuras
o ouro
da vida
abençoada
do belo poetinha adolescente.

soarão pianos,
algazarras,
ejaculações fartas
sobre o peito hirsutamente aquecido.
Meleiras cósmicas,
gritos graves
de um luxo que será sempre super.

ou, como o Partenon,
ou os delírios de Kaváfis,
serão para sempre associados
a uma melancolia
superior.

1 Comments:

Blogger romulo de almeida said...

hum este título e toda esta verdade, verdade voluptuosa com seus próprios auto-comentários ... acho adulto. de escritores que conhecem aspectos de uma era...

9:37 PM  

Post a Comment

<< Home